Utilizamos cookies próprios e de terceiros para disponibilizar os nossos serviços e recolher informação estatística. Se continuar a navegar no Site, aceita a sua instalação e a sua utilização. Pode alterar a configuração ou obter mais informação sobre a nossa política de cookies.

Áreas
Menu
pt

Saúde Animal

A Unidade de Saúde Animal do LETI é uma referência em Imunologia e Dermatologia Veterinária. A nossa visão consiste em tornarmo-nos no Laboratório de referência a nível internacional, nas áreas da Dermatologia, Alergia, Imunologia e Diagnóstico, oferecendo soluções inovadoras ao médico veterinário na área da prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças relevantes nos animais de companhia, como a Alergia e a Leishmaniose.

Entre os principais fatores diferenciadores da Unidade de Saúde Animal dos Laboratórios LETI encontram-se o rigor científico, a inovação, a qualidade e a orientação para o médico veterinário. Contamos com uma equipa de veterinários especialistas acreditados e reconhecidos a nível internacional.

As nossas 4 áreas de atuação

Diagnóstico

Oferecemos um Serviço de Diagnóstico Dermatológico (UNIVET) para dar suporte ao médico veterinário no diagnóstico das principais doenças dermatológicas, através dos exames e técnicas de diagnóstico mais avançados em Medicina Veterinária. O diagnóstico abrange as áreas de alergologia, microbiologia, parasitologia e histopatologia. A experiência clínica da equipa e o rigor dos exames são fundamentais para oferecer um suporte de qualidade que permita ao médico veterinário  abordar os seus casos.

Através do Serviço de Diagnóstico proporcionamos suporte a médicos veterinários em Espanha, Itália, Portugal e França.

Alergia

A alergia é uma patologia em crescendo nos animais de companhia. Estima-se que mais de 10% dos cães sofram de dermatite alérgica que, se não for tratada de forma correta, diminui consideravelmente a qualidade de vida do doente.

A imunoterapia específica para alergénios constitui o único tratamento capaz de alterar o curso desta doença, tal como reconhece a Organização Mundial de Saúde. Em Espanha, os laboratórios LETI tornaram-se líderes em imunoterapia com alergénios, desenvolvendo tratamentos individualizados de administração subcutânea ou oral, e específicos para os animais de companhia.

A linha de imunoterapias LETIVET inclui tratamentos subcutâneos (Letivet Retard), de aplicação sublingual (Letivet Oral) para o tratamento da dermatite atópica, assim como tratamentos de lisados bacterianos (Letivet Staph) para o controlo do pioderma idiopático recidivante.

Continuamos a investigar nesta área, mantendo um programa ativo de Investigação e Desenvolvimento que nos permite oferecer a imunoterapia mais avançada e eficaz em Alergia Veterinária.

Dermatologia

Estudamos e investigamos as patologias dermatológicas mais frequentes no cão, gato e cavalo para poder desenvolver produtos dirigidos para o seu controlo.

I+Derma dos laboratórios LETI constitui a gama de produtos mais específicos e inovadores para o cuidado da pele e controlo das principais doenças como as dermatites alérgicas ou as dermatites querato-seborreicas. A linha i+Derma dos laboratórios LETI foi desenvolvida pelo Departamento de Investigação e Desenvolvimento da Unidade de Saúde Animal, e inclui princípios ativos naturais de eficácia comprovada, avaliados por estudos científicos in vivo e in vitro.

Os produtos i+Derma dos laboratórios LETI são de prescrição veterinária e são comercializados exclusivamente através das clínicas veterinárias.

Leishmaniose

A leishmaniose é uma parasitose que se transmite pela picada dos mosquitos flebotomíneos que tenham sido infetados pelo parasita Leishmania. Na região mediterrânica entre 6% a 30% dos cães apresentam anticorpos contra o parasita e a prevalência estimada da doença pode chegar aos 10% nas regiões endémicas. Os laboratórios LETI investigam esta doença há vários anos.

Devido à grande variedade e à falta de especificidade dos seus sinais clínicos, a leishmaniose é uma doença difícil de diagnosticar. As técnicas IFAT, ELISA e DAT para determinar a presença de anticorpos de Leishmania são ferramentas essenciais para o diagnóstico da leishmaniose. A vacinação é provavelmente a melhor opção entre as estratégias eficazes para o controlo da parasitose, uma vez que aumenta a resistência ao desenvolvimento da doença.